InicioAçoresBolieiro quer apelar aos eurodeputados para priorização nas vacinas

Bolieiro quer apelar aos eurodeputados para priorização nas vacinas

O presidente do Governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, pretende reunir-se com as delegações portuguesas no parlamento europeu para apelar à priorização das regiões ultraperiféricas no processo de vacinação contra a covid-19, avançou hoje à Lusa fonte do executivo.

A mesma fonte adiantou que o líder do governo açoriano enviou pedidos de reunião às diferentes forças nacionais representadas no Parlamento Europeu.

Na sequência desses pedidos, José Manuel Bolieiro já se reuniu hoje de forma virtual com a delegação do PSD, chefiada por Paulo Rangel, que se mostrou recetiva ao pedido regional.

Segundo fonte do executivo açoriano, a intenção do Governo dos Açores é apelar ao artigo nº. 349 do Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia, que advoga a criação de “medidas específicas” para as regiões ultraperiféricas.

Além da ultraperiferia, José Manuel Bolieiro pretende sensibilizar para a importância da imunização das ilhas açorianas sem hospital.

Das nove ilhas do arquipélago açoriano, apenas Faial, Terceira e São Miguel são dotadas de hospital.

As restantes seis ilhas – Corvo, Flores, Pico, Graciosa, São Jorge e Santa Maria – englobam uma população de cerca de 40 mil pessoas e não têm hospital.

Toda a população vacinável da ilha do Corvo já foi imunizada com duas doses da vacina contra a covid-19.

Na quinta-feira de manhã, José Manuel Bolieiro vai participar no plenário do Comité das Regiões, numa reunião em que irá participar também a comissária Europeia da Saúde, Stella Kyriakides.

Em 12 de março, o presidente do Governo dos Açores pediu à comissária da Saúde uma “intervenção direta” junto da Comissão Europeia na disponibilização de vacinas em número que permitam a imunização dos açorianos.

Na missiva enviada a Stella Kyriakides, a que a agência Lusa teve acesso, José Manuel Bolieiro começa por referir que o “momento particularmente difícil que se atravessa tem exigido um especial empenho das autoridades públicas aos vários níveis de governação no sentido de adotarem as medidas que se impõem num combate eficaz à pandemia provocada pelo SARS-Cov 2”.

Os Açores contam atualmente com 114 casos ativos, 113 dos quais em São Miguel e um na Terceira.

Desde o início da pandemia, nos Açores foram diagnosticados 4.034 casos positivos de covid-19, 3.783 pessoas recuperaram da doença e 29 morreram.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Most Popular

Comentários recentes